‘Agronegócio evitou que desemprego chegasse a 1 milhão de pessoas’

Na avaliação do comentarista Benedito Rosa, dados sobre o mercado de trabalho no setor reforçam a importância social do agro

Uma pesquisa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) mostrou que o número de trabalhadores no agronegócio cresceu 1,3% no terceiro trimestre de 2020, na comparação com o trimestre anterior, somando 217 mil trabalhadores.


Ao analisar os números, o comentarista do Canal Rural, Benedito Rosa, afirma que o setor produtivo contribuiu para a redução do desemprego no país.


“A perda de mercado de trabalho no Brasil foi de 883 mil pessoas no terceiro trimestre do ano passado. Enquanto isso, o agro criou 217 mil empregos. Ou seja, o Brasil teria perdido 1 milhão e 100 mil empregos nesse período não fosse a contra partida que o agro deu nesse sentido”, destaca.


Ainda segundo o comentarista, os dados do Cepea servem para mostrar a importância social do setor. “Aqueles que acham, por razoes ideológicas, que o agronegócio não tem importância do ponto de vista social, já que no lado econômico é impossível de se negar, estão aí os números. O mercado de trabalho só performou porque o agro foi pujante”, reforça Benedito Rosa.

Posts recentes

Ver tudo

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES.

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco

© 2020 Unimassey. Todos os direitos reservados.